DIY

Decoração de aniversário - Piquenique da Mônica!

quarta-feira, setembro 12, 2018
Domingo eu fui no aniversário da minha prima Mariana e o tema foi da Turma da Mônica. O aniversário da Mari foi em um parque e a decoração foi no estilo "piquenique". Ficou tudo um amor!

Eu fiquei apaixonada pela decoração e tirei várias fotos para ilustrar o post de hoje, além de falar o pouquinho que sei da decoração, que pode servir de inspiração para alguém.



As comidinhas e bebidas ficaram no chão, sobre uma toalha, e com almofadas em volta, para que comêssemos no chão mesmo, como se fosse um piquenique.



Essa é a "Gelancia" da Magali, uma gelatina no estilo melancia.








A mesa do bolo era baixa (do tamanho da aniversariante, hehehe). Foram usados caixotes de madeira para fazer essa mesa.





Os mini caixotinhos foram feitos com palitos de sorvete, e as melancias são chicletes.




O espaço do "morango do Cascão" foi o meu favorito! Uma tigela cheia de morango, com barquinhas e chocolate! Que delícia!



Ficou tudo tão lindo, eu achei super criativo e bem fácil de decorar, praticamente tudo foi na base do DIY. E você, o que achou?

Nos acompanhe no Instagram!
  • Share:

Filmes: TOC TOC e Jovens Titãs em Ação

segunda-feira, setembro 10, 2018
Recentemente eu assisti a dois filmes e ia fazer um post para indicar cada um, mas para quê se eu já posso indicar os dois em um post só?


TOC TOC


Título original: TOC TOC
Gênero: Comédia
Ano: 2017
Classificação indicativa: +14
Duração: 90 min.
País: Espanha
*disponível na Netflix.

O filme conta a história de seis pessoas que sofrem de diferentes tipos de transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), que vão até o consultório do Dr. Palomero, para se consultarem e buscarem maneiras de melhorar/curar seus transtornos. O problema é que a consulta dos seis foi marcada no mesmo dia e horário, por conta de uma falha no sistema, e o Dr. se atrasa por conta de um voo.

Os pacientes devem esperar a chegada do Dr. juntos, e assim passam a tarde toda tendo que conseguir lidar com os diferentes TOCs dos colegas.

Minha prima me indicou esse filme e apesar de achar a ideia bacana, fiquei com medo de o filme ser monótono pelo fato de a maioria do filme se passar dentro de uma sala, porém dei uma chance já que o gênero é comédia e eu amo comédias.

O filme não é nem um pouco monótono, o TOC que cada personagem tem não deixa isso acontecer. Achei bacana conhecer diferentes tipos de TOC através do filme, e dei bastante risada. O enredo não deixa a desejar, achei a história muito bem contada e com um desfecho incrível, que eu não esperava.

Aviso que um dos personagens sofre de Síndrome de Tourette, que (a grosso modo) faz com que a pessoa fale e faça gestos indesejados (obscenos), então o filme contém muitos palavrões.

Minha classificação: ★★★★★

(não encontrei o trailer dublado/legendado).

Os Jovens Titãs em Ação! Nos Cinemas


Título original: Teen Titans GO! To The Movies
Gênero: Animação; Comédia
Ano: 2018
Classificação Indicativa: Livre
Duração: 84min.
*em cartaz nos Cinemas

Todos os super-heróis tem filmes de sucesso no cinema (principalmente o Batman), e como um grupo de super-heróis, os Jovens Titãs também querem ter seu momento de fama. Robin, o líder do grupo, é o que mais sonha com a ideia e quer fazer de tudo para conseguir ter sua cara nas telinhas, porém o grupo acaba sendo enganado por um vilão.

Há muitas pessoas que dizem não gostar dessa animação. Preferem a animação "raiz" dos Jovens Titãs. Eu não faço parte desse grupo. Acho muito bacana esse estilo de animação e gosto das histórias, tanto que sempre assisto quando passa algum episódio na TV. Como boa amante de animações, assisti ao filme nos cinemas e gostei bastante.

O enredo não é super elaborado, até porque é um filme infantil, mas as risadas estão garantidas para todas as idades. Para quem gosta desse mundo de super-heróis, é muito legal assistir, o filme traz várias referências a histórias de outros heróis (e olha que eu nem sou muito entendedora desse mundo). 

Para quem não curte muito comédia e gosta de enredos bem elaborados, o filme pode parecer bem bobinho e fraco. Cabe a você saber qual estilo gosta e decidir se irá assistir ou não.

Minha classificação: ★★★☆☆


Você já assistiu a algum dos filmes? O que achou? 

Nos acompanhe no Instagram!
  • Share:

6 on 6: Urbano

quinta-feira, setembro 06, 2018
6 on 6 é um projeto onde 6 blogs escolhem um tema por mês e devem postar 6 fotos de acordo com o tema, todo dia 6. O projeto tem a duração de 6 meses.
O tema da vez é "urbano" e eu amei muito esse tema!







Eu tenho um carinho enorme por cada uma dessas fotos, e vocês? Gostaram?

Confira o post dos blogs participantes:


Nos acompanhe no Instagram!
  • Share:

Série: The Handmaid's Tale

quarta-feira, setembro 05, 2018
Embora seja inegável a evolução da nossa sociedade desde alguém há séculos atrás, ainda existem discussões, situações e preconceitos arcaicos demais. Na verdade, nos últimos tempos, parece muita coisa tem andando para trás, e, por isso, é importante existirem críticas, mesmo que elas nos sejam apresentadas em forma de ficção.


A série The Handmaisd's Tale, baseada na obra de mesmo nome (O Conto da Aia) de Margaret Atwood, e é uma das mais comentadas atualmente. Ela foi produzida pela plataforma de streaming Hulu. Hoje vou falar com um pouco dela usando três tópicos com temas (deveras polêmicos) que são retratados.


Sinopse: Depois que um atentado terrorista ceifa a vida do Presidente dos Estados Unidos e de grande parte dos outros políticos eleitos, uma facção católica toma o poder com o intuito declarado de restaurar a paz. O grupo transforma o país na República de Gilead, instaurando um regime totalitário baseado nas leis do antigo testamento, retirando os direitos das minorias e das mulheres em especial. Em meio a isso tudo, Offred é uma "handmaid", ou seja, uma mulher cujo único fim é procriar para manter os níveis demográficos da população. Na sua terceira atribuição, ela é entregue ao Comandante, um oficial de alto escalão do regime, e a relação sai dos rumos planejados pelo sistema.


"Alguém disse uma vez: 'Os homens temem que as mulheres riam deles. As mulheres temem que os homens as matem'."

Acredito que esse é um dos maiores foco da série. A Offred tinha uma vida normal, um marido, uma filha e um emprego. Ao longo dos episódios vamos tendo flashbacks, e a vemos perdendo tudo isso. No fim, ela se viu passando por uma lavagem cerebral e não tendo escolha nenhuma: simplesmente é levada para servir de "aia", ou, como eu digo, uma vaca paridieira.

Além das Aias, as Esposas (mulheres dos comandantes), e as Martas (empregadas inférteis) não tem  e não podem ter autonomia nenhuma. Não tem escolha, não tem voz, não podem sequer ler ou escrever. São objetos de procriação, bibelôs e úteis apenas para tarefas domésticas.

Mesmo que um golpe como esse pareça irreal, não precisando ir muito longe para ver mulheres sendo reprimidas. Um exemplo é o aborto. Eu sou a favor da legalização do aborto, pois acredito que é uma questão de saúde pública e algo pessoal, que cada uma tem de escolher se vai ou não fazer. Ah, inclusive, houve um protesto na Argentina pela legalização do aborto onde as mulheres foram vestidas como Aias (roupa vermelha e toucas brancas).

Feminicídio, relacionamentos abusivos, estupros. Tudo isso está presente na série e na nossa sociedade que, infelizmente, é machista sim! É incrível ver a Offred lutando, mesmo que só no pensamento, contra todo aquele regime horrível, e, melhor, a força feminina (porque existem muitas Aias), mulheres se ajudando!


"Melhor nunca significou bom para todos."

Na série, se alguém se envolve com outra pessoa do do mesmo sexo, é condenada A MORTE como sendo "traidor de gênero". Um dos momentos mais fortes durante a série, para mim, foi uma Aia lésbica ser mutilada por ter tido um relacionamento com uma Marta.

Trazendo isso para a nossa realidade, existem lugares é meio que proibido manifestações homossexuais. Fico pasma sobre o quanto as pessoas estão preocupadas com a orientação sexual alheia. Em pleno século 21 e a gente precisa explicar que isso não é uma opção, não é doença e que não há nada de errado nisso.


 "Bem-aventurados os que choram. E bem-aventurados os que sofrem por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus."

Até onde a crença pessoal de alguém ou de determinado grupo pode interferir na vida das outras pessoas? Na série, foi uma facção religiosa que tomou o poder, e esses chefes (vulgo homens) usam de passagens na bíblia para fazerem coisas absurdas, como agredir, punir, matar, e usar as mulheres para procriação. A "cerimônia" para engravidar é ridícula, pois eles leem uma passagem, distorcem completamente, e a Aia fica deitada entre as pernas da Esposa enquanto o ato acontece. 

O que a gente mais vê hoje em dia são discursos religiosos de líderes e fiéis que usam de sua crença para atacar e condenar quem não segue o mesmo que eles. Só que, a partir do momento que a sua crença fere outra pessoa, deixa de ser fé e se torna preconceito. Usar desse tipo de discurso para discutir, por exemplo, questões de política e saúde pública, deveria ser totalmente inadmissível!


A última vez que a religião tomou o poder foi na Europa durante a Idade Média, e não precisa ter estuda muita história pra saber que não deu muito certo!


Tentei ser bem suciante sobre os principais assuntos abordados na série. Ela acabou de ser renovada para a terceira temporada, e eu tenho certeza que vai ser tão incrível e emocionante quanto as duas primeiras. Além dos temas importante, as atuações estão impecáveis (não é por acaso que Elizabeth Moss ganhou dois Emmys!).

Alguém aí já leu o livro ou assistiu ao filme? Adoraria falar sobre essa série com vocês!
  • Share:

Como usar: calça estampada!

sexta-feira, agosto 31, 2018
Estou participando do projeto Bloggers Friends, onde definimos um tema base e todas as blogueiras participantes criam um post em cima do tema (como se fosse uma blogagem coletiva). O tema desse mês é "como usar" e eu escolhi a calça estampada, pois é uma peça de roupa que eu sempre uso e amo!


Para explicar as maneiras, vou colocar fotos minhas e inspirações tiradas do Pinterest!

Existem diferentes tipos de estampas e cores que são lindas! Mas como combinar com o resto do look?


Eu acredito que o grande segredo seja usar a parte de cima lisa e com uma cor que combine com a peça de baixo. Eu sempre costumo usar a calça camuflada com blusas lisas, e quando a blusa tem algum desenho, é algo sutil e que não fica ruim de olhar.


Aqui a regra é a mesma: blusinha lisa ou com estampa "não gritante". Como eu consegui ficar chique e ao mesmo tempo "só que não" com essa camisa do Corinthians, né?


Mais uma foto com o exemplo da parte de cima lisa: aí usei um Collant preto por baixo. Fica lindo!

Imagem: 1 | 2 |3 | 4

Vejam a infinidade de estampas lindas e suas possibilidades! Nessas imagens todas as meninas usam uma blusa lisa, mas será que tem como usar a parte de cima estampada também? Tem sim!

Imagem: 1 | 2 | 3 | 4

Para se usar as duas peças com estampa, temos quatro opções:
  1. Usar uma estampa que não seja "gritante", para não ficar uma super diferença entre as peças;
  2. Usar uma estampa que seja parecida com a da calça e tenha as mesmas cores (como na segunda imagem);
  3. Usar a parte de cima com a mesma estampa que a de baixo (como na terceira imagem);
  4. Usar uma estampa que "complemente" a outra. Vejam na quarta imagem, as estampas combinadas lembram a bandeira dos Estados Unidos.
Queria lembrar que meu entendimento de moda é pouquíssimo. Fiz esse post para o projeto, porém me diverti muito fazendo!

Confira os outros posts:

Nos acompanhe no Instagram!
  • Share: